Oncologia: CRV entrevista Dra Carmen Helena

Organizadora do “II Simpósio de Oncologia Veterinária “, que acontece sexta e sábado agora (4 e 5 dez), Dra Carmen Helena é das mais conceituadas e experientes oncologistas veterinárias do Brasil. Ela é também proprietária do Hospital Veterinário Botafogo, no Rio de Janeiro, especializado em Oncologia. Dra Carmen sentou com o CRV Imagem para debater alguns dos tópicos mais atuais na área: o número cada vez maior de animais com câncer, os avanços no manejo do paciente oncológico e o estadiamento tumoral.

 

Dra Carmen, nos últimos anos, estamos vendo um número muito grande de animais com câncer. É possível atribuir uma causa para esse aumento?

Realmente, estamos observando uma maior frequência de animais com câncer nas clínicas de pequenos animais. Acredito que isso se deva a alguns fatores: o primeiro é que, indiscutivelmente, os animais estão vivendo mais. Uma série de cuidados como vacinação, alimentação balanceada e aproximação dos animais de seus tutores reduziram o número de mortes por doenças infecciosas e outras causas em animais jovens. Com o aumento da expectativa de vida ocorre uma maior exposição aos carcinógenos e um risco maior de desenvolver neoplasias. Atualmente nossos pacientes estão expostos a uma série de agentes potencialmente carcinogênicos, como poluição ambiental, fumaça de escapamentos, inseticidas, radiações e tantos outros. Além disso, os avanços da veterinária diagnóstica, como radiografia digital, melhores aparelhos de ultrassonografia e tomografia computadorizada têm nos permitido diagnosticar casos que outrora passariam despercebidos.

 

Quais foram as principais mudanças no manejo do paciente oncológico na ultima década?

Na última década tivemos um incremento significativo nos recursos para tratamento de pacientes oncológicos, entre os quais posso citar melhores protocolos e equipamentos para anestesia e terapia intensiva, o que aumentou o sucesso das cirurgias oncológicas, o advento de recursos terapêuticos como a radioterapia e a eletroquimioterapia e o maior conhecimento e disponibilidade de drogas para quimioterapia. Tudo isso trouxe não só o aumento dos índices de cura, como também os cuidados paliativos que aumentam a qualidade de vida dos pacientes.

 

No dia 3 de dezembro, quinta-feira, o CRV Imagem irá promover um evento em Niterói para discutir o estadiamento tumoral em pacientes com câncer. De forma prática, você acha que já estamos lidando com isso de forma efetiva?

Os novos recursos de diagnóstico, como a tomografia e a ressonância magnética possibilitam a detecção mais eficaz das neoplasias. No entanto, precisamos orientar nossos clientes a levarem seus animais para exames preventivos de rotina, uma vez que o diagnóstico precoce é essencial para o sucesso do tratamento. Também é importante que os colegas veterinários tenham um relacionamento mais próximo com os oncologistas, pois ainda recebemos pacientes que demoraram muito para ser encaminhados, o que pode se tornar um agravante nos quadros clínicos.

 

Obrigado, Dra Carmen.

 

O II Simpósio de Oncologia Veterinária acontece agora, 4 e 5 de dezembro, em Botafogo, no Rio de Janeiro. Veja abaixo a programação e saiba como se inscrever.

Simposio-Oncologia-4e5dez

 

Comentários

comentários

Facebook By Weblizar Powered By Weblizar