Meu Radiologista de Estimação: Dr Rene Janssens

Dr Rene Janssens é mais um desses que deu meia volta ao mundo para aceitar que o coração batia mais forte mesmo na Medicina Veterinária: “Fiz Engenharia Mecatrônica, mas não havia felicidade”. Concluindo pós-graduação em Oncologia, o ultrassonografista e radiologista do CRV Imagem quer unir o conhecimento em ambas as áreas para trazer progresso: “Pretendo ajudar no desenvolvimento de técnicas de diagnóstico”.

 

Olá, Dr Rene Janssens, há quanto tempo é veterinário e que cargo ocupa no CRV Imagem?
Sou formado há quatro anos e há três estou no CRV como ultrassonografista e radiologista.

 

Amo veterinária porque…
Porque faz meu coração sorrir. Fiz faculdade de Engenharia Mecatrônica, mas não havia felicidade. Essa satisfação só veio quando comecei a fazer veterinária. Poder ajudar outros seres vivos a ter uma melhor qualidade de vida é o que me motiva.

 

Você está concluindo uma pós-graduação em Oncologia. Sobre que assuntos se debruça o curso e por que você o escolheu?
Oncologia é o estudo do câncer e tumores. Com o avanço da Medicina Veterinária, os animais estão vivendo mais e uma das consequências desta longevidade é o aumento da incidência de doenças, dentre elas o câncer. Escolhi Oncologia porque acredito que, com um trabalho de prevenção através da análise clínica aliada ao diagnóstico por imagem, poderemos prover uma melhor qualidade de vida aos nossos animais. Pretendo ajudar no desenvolvimento de técnicas de diagnóstico através do meu conhecimento em ambas as áreas.

 

Qual a importância do imaginologista no diagnóstico e tratamento oncológico de cães e gatos?
Nas palavras de um famoso oncologista da medicina humana, Dr. Rubens Chojniak. “A oncologia sempre exigiu dos métodos de imagem e do radiologista o máximo de suas habilidades. Os métodos de imagem tornaram-se fundamentais nas diversas etapas da avaliação dos pacientes oncológicos; desde o rastreamento e diagnóstico, seguindo nas tomadas de decisão terapêutica, nas intervenções, na avaliação da eficácia do tratamento e no acompanhamento pós-tratamento desses pacientes. Além disso, os métodos de imagem são hoje as ferramentas básicas para a pesquisa”.

 

06072015-CRVImagem-CorpoSite900x900-02

 

Quais os tipos de tumor mais comuns encontrados hoje nos felinos? 
Os carcinomas de células escamosas, linfoma, sarcoma e neoplasias mamárias.

 

Existem tumores específicos de animais? Existe alguma predisposição racial para tumores?
Sim, existem tumores específicos de animais: o Tumor Venéreo Transmissível (TVT), o tumor facial do diabo da tasmânia entre outros. Todas as raças possuem predisposição para algum tipo de tumor com incidências variáveis, especialmente em função dessa maior longevidade.

 

Num horizonte de cinco anos, o que você acha que iremos evoluir no tratamento dessas doenças?
Na atual conjuntura, com o avanço da tecnologia e nos métodos de diagnóstico, estamos começando a mapear as redes complexas de vias moleculares e características do microambiente do tumor. Essa combinação permitirá desenvolvermos estratégias de prevenção e terapias curativas mais eficazes.


Qual o caso / paciente mais te desafiou e por quê?
O caso da Lily. Uma adorável SRD que estava sem comer há quase 4 dias. Através das imagens, vi que ela apresentava dois corpos estranhos em intestino. Conversando com os clínicos, chegou-se a um consenso de que só esses corpos estranhos não seriam suficientes para causar o quadro clínico. Foi quando se suspeitou de algo em estômago. Concluímos juntos pela recomendação de cirurgia para remoção dos corpos estranhos e laparotomia em estômago. Havia de fato um tumor em piloro (estômago). A solução do caso só foi possível porque houve troca de informações entre os clínicos e os imaginologistas.

 

O que tem no CRV que as pessoas ainda não sabem?
Uma equipe de veterinários que pode fazer bem mais do que laudos. Estamos aqui para ajudar os clínicos de todas as maneiras possíveis, pois só assim poderemos realmente curar nossos pacientes.

 

Algum pet em casa? Quantos?
Atualmente, dois pastores belgas do grupo Malinois — Brida e Loba — e um SRD chamado Amigo. No ápice, eram três pugs, quatro pastores belgas Malinois e o SRD Sansão.

 

CRV-ReneJanssens-Corpo-Site

 

 

Comentários

comentários

Facebook By Weblizar Powered By Weblizar