Endocrinologia Veterinária com Dra Ingrid Cavalcante

Quais são os casos endocrinológicos mais recorrentes, de que maneira os exames de imagem podem auxiliar veterinários a fechar diagnóstico e tratá-los, e quais sintomas a que proprietários devem ficar atentos? Cliente do CRV Imagem, em Niterói, Dra Ingrid Cavalcante dá conta de esclarecer tudo isso e muito mais no primeiro capítulo sobre Endocrinologia Veterinária.

 

Dra Ingrid, obrigado por conceder esta entrevista. Por favor, conte-nos um pouco sobre sua trajetória profissional até aqui.
Em 2006, me formei pela Universidade Estácio de Sá e, desde então, atuo na clínica de pequenos animais. O interesse pela endocrinologia foi crescendo aos poucos e me levou à pós graduação no Instituto Qualittas em Endocrinologia e Metabologia de pequenos animais. Possuo mestrado em clínica e reprodução animal pela Universidade Federal Fluminense (UFF-RJ) e sou doutoranda do mesmo programa de pós-graduação da UFF, com ênfase em Endocrinologia.

 

Dra Ingrid, que casos têm sido mais recorrentes em sua rotina?
Sem dúvida os casos de hiperadrenocorticismo ou Síndrome de Cushing. Trata-se de uma endocrinopatia decorrente do aumento da produção de glicocorticóides ou da administração excessiva dos mesmos, que afeta, na maior parte, cães de meia idade e idosos.

 

Aproveitando a pergunta anterior, quais são as doenças endócrinas mais comuns? E quais os sintomas aos quais os proprietários devem prestar atenção?
O hiperadrenocorticismo e o diabetes melittus são os casos mais frequentes em minha rotina de atendimento. Os proprietários devem ficar atentos a mudanças no consumo de água, frequência urinária, apetite e mudanças de peso do seu animalzinho. É preciso lembrar também que o sobrepeso e a obesidade — que muitas vezes estão ligados às desordens hormonais — são uma questão muito importante também para o universo dos cães e gatos, com diversas consequências para a saúde física e bem-estar do animal.

 

Em que casos, a Endocrinologia tem lançado mão dos exames de imagem para fechar diagnóstico?
Os exames de imagem são de grande importância na avaliação das adrenais. Trazendo informações sobre tamanho, formato, presença de nódulos e assimetria, eles auxiliam no diagnóstico, planejamento terapêutico e acompanhamento de pacientes já em tratamento.

A tomografia, em específico, assume papel crucial no planejamento das adrenelectomias (retirada das adrenais) e nos casos de acompanhamento e diagnóstico de nódulos na tireoide.

 

 

Dra Ingrid é cliente do CRV Imagem em Icaraí, Niterói:

CRV Imagem – Niterói
Rua Lopes Trovão, 199, sala 201
Icaraí – Niterói

Marcações: 21 2710-5552

 

 

 

Comentários

comentários

Facebook By Weblizar Powered By Weblizar