Combinando Exames para Maior Precisão

A associação entre modalidades de exames pode trazer maior precisão diagnóstica.

“Os exames são complementares, porque nos fornecem informações diferentes”, argumenta Dra Marina Caldas, veterinária dos setores de Radiologia e Ultrassonografia do CRV Imagem. “O mais importante é ter um mínimo de conhecimento sobre cada modalidade de imagem e de que forma elas podem contribuir para o objetivo do veterinário”.

 

Para ilustrar os benefícios desta complementaridade, a ultrassonografista Dra Cristiane Vega e a radiologista especializada em silvestres Dra Marina Caldas, do CRV Imagem, lembram o caso em que, somente combinando radiografia e ultrassonografia, puderam enxergar o real quadro clínico de uma calopsita. “Com base no aumento do volume da cavidade celomática, havia a suspeita de retenção de ovos. O exame de raios-x apontou a presença de dois ovos. No entanto, na radiografia lateral, notei que a porção ventral da cavidade celomática estava abaulada, sem correlação com os ovos ja visualizados”, conta Dra Marina.

 

A paciente foi encaminhada para a ultrassonografia, na qual a Dra Cristiane identificou mais um ovo. Eram três! “A casca deste terceiro ovo não apresentava calcificação significativa, por isso ele não pôde ser visto pelo exame radiográfico”, conta Dra Cristiane.

 

É frequente, no exame radiográfico, aves apresentarem aumento da radiopacidade da cavidade celomática, o que geralmente pode ser associado a diversas patologias: presença de líquido, hepatomegalia, formações, cistos, ovos, entre outros. Somente com o acréscimo da ultrassonografia é possível detectar com maior precisão a patologia em questão.

 

“No caso da calopsita, o número preciso de ovos bem como as informações relevantes sobre suas condições — em especial qualidade e integridade da casca — determinaram a conduta clínica e terapêutica mais adequada ao paciente”, arremata Dra Cristiane.

 

CRVImagem-SiteCorpo01
Calopsita: o exame de raio-x identificou dois ovos e um volume na região do ventre.

 

CRVImagem-SiteCorpo02
Somente na ultrassonografia foi detectado o terceiro ovo, cuja casca com pouca calcificação não permitiu que o raio-x o identificasse com precisão.

 

 

Comentários

comentários

Facebook By Weblizar Powered By Weblizar